Leia a Bíblia

Leia a Bíblia

sábado, 31 de dezembro de 2011

Oportunidades...


Observando na Palavra... A sabedoria do rei Salomão,
Conseguimos entender, que durante nossa vida...
Tudo... Tudo o que fazemos, pode ser bom ou não.
Então pensemos com cuidado, para que não haja dúvida,
E com firmeza sigamos de Deus toda instrução.

Existem pessoas que dizem com toda autoridade:
“Siga seu coração, pois ele diz a verdade.”
Mas aprendo nas escrituras, a seguinte indicação:
“Confia somente em Deus, pois enganoso é o coração.”

Estamos aqui neste dia, no findar de mais um ano,
Pensando no que fazer para no outro viver...
Corrigir os erros cometidos, perdoar-se e perdoar...
Fazemos a nossa lista... Planejar... Planejar... Planejar...

Mas... Atenção... Atenção!!
Mudanças não acontecem em toda sua plenitude,
Com pessoas que não buscam... Que não tem atitude.

2011 foi bom... Que 2012 seja mais...
Dos amigos nós ouvimos os votos mais cordiais...
E tudo que se deseja: prosperidade, saúde e paz!

O sábio rei Salomão, depois de muito ter visto...
Diz exatamente assim: “Nada faz sentido! Nada faz sentido!”
Então ele dá uma dica: “Lembra-te do teu Criador...”
Sua carne acabará ao pó ela tornará...
O espirito volta pra Deus, que um dia o julgará.

O homem não quer ter limites vai até a exaustão...
Acabou o seu temor e a Deus deseja igualar-se.
Então o sábio rei adverte, com a seguinte conclusão:
(Quer um 2012 diferente?)
“Tema a Deus e guarde seus mandamentos, porque isso é essencial,
Pois Ele trará a julgamento tudo, tudo que fizemos...
Tanto o bem como o mal.”

Então...
Planeje para sua vida, algo bem especial...
Viver eternamente com Cristo na Jerusalém Celestial.

“Tudo quanto te vier à mão para o fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem, ciência, nem conhecimento e nem sabedoria alguma.”
(Eclesiastes 09:10)


Desejo aos meus amados amigos leitores um ano de 2012 pleno da presença de Deus. Que cada um seja guiado, ensinado e exortado pelo Espírito Santo a viver uma vida que glorifique o nome do Senhor Jesus. Amém!


Lenilsen Nascimento

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Quem é Jesus?


Olá querido amigo! Muito bom estar de volta compartilhando este momento com você.
Hoje é dia 26 de dezembro de 2011. Já comemoramos o Natal, nos alegramos, comemos, bebemos (alguns até demais rs)...  Fizemos questão de estar em boa companhia, seja ela de familiar e/ou amigos...
Mas a pergunta acima é muito importante. Você sabe “Quem é Jesus?”... Este do qual alguns falaram, outros homenagearam e alguns (infelizmente) até esqueceram!  Lindas mesas  foram arrumadas, enfeites maravilhosos distribuídos pela casa, muita comida e bebida para servir aos convidados, mas... Você lembra o nome do aniversariante? Ele foi convidado para sua festa? Que importância Ele tem em sua vida?
Na bíblia lemos que Isaías profetizou a chegada de alguém muito especial, dizendo: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será:
  •       Maravilhoso Conselheiro;
  •       Deus Forte;
  •       Pai da Eternidade;
  •     Príncipe da paz.”

Será que algum de nós esteve durante as comemorações do Natal com alguém com estas características tão especiais?
Amigo, se não estivemos... Perdemos a melhor companhia de todas... Perdemos a companhia de Jesus.
O Nascimento de Jesus foi o plano de Deus Pai para a salvação da humanidade.
Jesus nasceu para nos justificar. 
Em João 3:16 lemos: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho único (Jesus), para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Bem, caso você ainda não conheça, apresento-lhe Jesus Cristo. Ele nasceu e deu a vida para libertar a minha e a sua vida.
Nunca esqueça isso! 

Lenilsen Nascimento

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Sede sóbrios e vigilantes


“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” 
(Apocalipse 03:20)

Queridos... “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar...” 
 (I Pedro 05:08)

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (I João 02:01)

No entanto... "Acautelai-vos dos falsos profetas, que vem até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores." (Mateus 07:15)

Lembrem-se... "Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça e não ama a seu irmão, não é de Deus."  
(I João 03:10)
E muita atenção! Porque... "Nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes... Afasta-te." 
 (II Timóteo 03:01-05)

Em todo tempo...

Jesus Cristo está dizendo, hoje... "Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá, e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu do meu Deus, e também o meu novo nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas." (Apocalipse 03:11-13) 


Ah! Não nos esqueçamos que, Jesus Cristo pode vir buscar a mim e/ou a você... Hoje. E aí?

Lenilsen Nascimento

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Dependência ou Morte

Conta-nos a história que, no dia 07 de Setembro de 1822, às margens plácidas do Riacho Ipiranga, D. Pedro I proclamou a “Independência do Brasil”, através do célebre grito: "INDEPENDÊNCIA OU MORTE". Depois deste grito, o País tornou-se livre, independente e soberano.

Na vida cristã, tenho aprendido cada vez mais, que o segredo da nossa vitória, das nossas conquistas, do nosso êxito e até mesmo da nossa sobrevivência espiritual, se revela através do grito: "DEPENDÊNCIA OU MORTE". Dependência total, plena e absoluta de Deus.

Quanto mais o tempo passa, mais reconheço esta dependência! Quanto mais avanço no caminho da salvação, mais admito esta dependência! Quanto mais penso ter crescido espiritualmente, mais vem à tona esta dependência! Quanto mais eu presumo ter aprendido, mais cativo me torno desta dependência!

Como sou dependente, extremamente dependente!

Esta dependência extremada me faz admitir:

- Não posso viver sem o calor da sua presença;
- Não posso viver sem a doçura da sua voz;
- Não posso viver sem a destra da sua justiça;
- Não posso viver sem o afago das suas mãos;
- Não posso viver sem o fogo da sua glória;
- Não posso viver sem o carinho do seu cuidado;
- Não posso viver sem a orientação da sua Palavra;
- Não posso viver sem o consolo do seu Espírito;
- Não posso viver sem o poder da sua unção;
- Não posso viver sem a eficácia da sua fidelidade;
- Não posso viver sem a manifestação da sua misericórdia;
- Não posso viver sem o efeito da sua graça;
- Não posso viver sem Ele...

Jesus Cristo...

Dependência ou morte!
 
“...Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém!”  Rm. 11:36



Autor: Elizeu Pinheiro de Araujo  @ELIZEUPINHEIRO

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Cumprindo os propósitos de Deus




Hoje vamos falar de duas pessoas comuns, como nós, porém muito especiais para Deus. Eles disseram sim ao Senhor para que os planos maiores de Deus fossem cumpridos em suas vidas.
José e Maria viram seus planos e sonhos de recém-casados serem mudados pelo Senhor, tudo isso para que se cumprissem os planos de Deus e viesse ao mundo (Jesus Cristo) àquele que desde o início fora prometido para esmagar a cabeça da serpente (satanás) e nos reconciliar com Deus.

Questiono-me se temos esta mesma predisposição, se realmente estamos preparados para mudar todos os planos que traçamos para nossa vida, ouvir a voz de Deus e obedecer-lhe sem restrições, como fizeram José e Maria. Imaginem este casal, nos primeiros momentos, vendo seus sonhos “indo por água abaixo” com esta notícia!
Um verdadeiro caos, não!?

Podemos observar no relato bíblico que, apesar dos seus temores, José ouviu a voz de Deus e se dispôs a obedecer. Ele não havia tido nenhum tipo de intimidade com Maria, não teria o privilégio do primeiro filho e ainda corria o risco de se envolver em um grande mal entendido com a família da sua noiva, no entanto aguardou com sabedoria o cumprimento dos dias para que Jesus viesse ao mundo, ele assumiu, protegeu e amparou Maria. Colocou-se inteiramente à disposição dos desígnios de Deus.  Com toda humildade, eles obedeceram a Deus, amaram e cuidaram de Jesus.

A palavra de Deus nos diz que: “O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria, e precedendo a honra vai a humildade.” (Provérbios 15:33)

Muitas vezes queremos ser honrados, mas não queremos obedecer, este casal foi citado nas escrituras e honrado porque foi obediente e dedicado aos propósitos do Senhor. Em Lucas 1:48 Maria diz em seu cântico: “...desde agora todas as gerações me chamarão *bem aventurada.” *Merecedora do amor, do cuidado, da presença constante e da graça de Deus.

Será que hoje, Deus encontraria disposição em mim e em você para entregar a Ele nossa vida, sonhos, planos, tempo... Nossos “momentos especiais”? Será que vivemos: “... abro mão dos meus sonhos, abro mão dos planos, abro mão da minha vida por ti...” Vivemos isto?
Queremos viver isto?

Que possamos passar de ouvintes à praticantes da palavra de Deus.
 “Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.” (Apóstolo Paulo)

O nosso progresso de cada dia acontece quando agradamos a Deus e andamos com Ele.

Lenilsen Nascimento


Baseado no evangelho de Mateus 01:18/25
Postado no blog elizeueamigos em 22/02/2011 (com alterações)

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O transbordar de um coração

Paizinho querido, hoje quero agradecer pelo seu amor, fidelidade e misericórdia.
Tenho aprendido que servir ao Senhor é estar debaixo de uma grande proteção, Seu amor tem sustentado minha vida e suprido minhas necessidades. Mesmo passando por momentos de dificuldades, sei que posso confiar no teu cuidado. Aprendi que tudo o que acontece comigo, acontece porque o Senhor tem um propósito, até os momentos maus que passo, as aflições, angústias... Sei que estás no controle. Compreendo que o Senhor é Deus que abre e fecha as portas, as muitas dificuldades tem feito com que eu cresça espiritualmente, quando penso em tudo isso, lembro-me de quando Moisés foi enviado à libertar o povo de Israel que estava cativo no Egito (Êxodo), a sua palavra diz que o Senhor o enviou, deu poder para fazer sinais e prodígios. Mas... Também diz que o Senhor mesmo, endureceu o coração de Faraó para que não libertasse o povo, acredito que Moisés naquele momento deva ter ficado muito confuso, no entanto, posso observar nesta passagem, que o Senhor, além de estar aperfeiçoando Moisés, ensinando-o a confiar na sua provisão, o Senhor estava usando todo aquele momento, para manifestar a sua glória no meio do povo, afim de que O conhecessem e soubessem quem é O GRANDE EU SOU.
Paizinho, tenho aprendido também que TODAS as coisas cooperam para o bem dos que O amam (Romanos 08), por isso sei que o mal não será estabelecido em minha vida, por que...

• Sou coberta pelo sangue precioso de Jesus Cristo;
• Habito no esconderijo do Altíssimo;
• Sou protegida como a menina dos olhos de Deus;
• O Senhor me AMA.

Amado Deus, por tudo que tu és quero agradecer, louvar, adorar e glorificar o teu santo nome. Contigo sei que sou mais que vencedora, a tua presença é tudo que preciso e mesmo quando tenho que passar pelo “vale da sombra e da morte” posso sentir a tua “paz que excede todo entendimento”.
Louvado e engrandecido seja o teu Nome que é sobre todos os nomes, porque um dia me aceitou e resgatou a minha alma.

Recebe Senhor a minha gratidão, por que...

O meu louvor é fruto do meu amor por Ti Jesus,
De lábios que confessam o Teu nome.
É fruto da Tua graça e da paz que encontro em Ti,
E do Teu espírito que habita em mim...
Ainda que as trevas venham me cercar,
Ainda que os montes desabem sobre mim
Meus lábios não se fecharão,
Pra sempre hei de Te louvar!
Ainda que cadeias venham me prender,
Ainda que os homens se levantem contra mim
Meus lábios não se fecharão,
Pra sempre hei de Te louvar!
(Vencedores Por Cristo – O meu louvor)

Amados, nosso Deus é justo e fiel. Seremos mulheres e homens segundo o coração de Deus, “se” tivermos um coração quebrantado, arrependido e voltado para Ele. (Salmo 32)
Toda glória, honra, louvor e adoração seja ao nome do Senhor nosso Deus, o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Lenilsen Nascimento

P.S.: Tive a honra de postar este texto no blog elizeueamigos do meu maninho Elizeu Pinheiro dia 02/12/2010

sábado, 8 de outubro de 2011

O que governa sua vida?


Acredito que todo ser humano tenha em sua vida algo que lhe é precioso. Para uns pode ser a família, para outros o trabalho, os amigos, o futebol, o carro, os imóveis, enfim, cada pessoa atribui valores as “coisas” que mais lhe importam.
Então pergunto novamente: “O que governa sua vida?” O dinheiro, o trabalho... Você sabe para qual propósito foi criado? Você está preparado para a eternidade? É isso mesmo, vida eterna! Não acredita!? Pense bem heim!
Jesus contou uma parábola da qual eu gosto muito, pois traz uma reflexão bastante importante, ela se encontra no evangelho de Lucas cap. 12: 16-21 -  “Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?”
Analisando mais profundamente, vemos que não são somente os bens materiais que, não raramente, nos governam, este homem tinha sentimentos que perturbavam sua alma, por exemplo, a ganância, o medo de não ter provisão para o dia seguinte! Muitas vezes, como este homem, somos governados por sentimentos que nos matam aos poucos como o ódio, a inveja, o medo, a culpa, a soberba, o materialismo, e muitos outros. A palavra de Deus nos diz que: “O ressentimento mata o insensato, e a inveja destrói o tolo.” (Jó 5:2)
O rei Salomão em toda sua sabedoria, diante de tudo que tinha observado em sua vida e apesar de toda riqueza que Deus lhe dera, disse: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda. Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos. O que atenta prudentemente para a palavra achará o bem, e o que confia no SENHOR será bem-aventurado.” (Prov. 16:18-20) “É melhor um bocado seco, e com ele a tranquilidade, do que a casa cheia de iguarias e com desavença.” (Prov. 17:1) Salomão tinha tudo o que o dinheiro podia comprar, mesmo assim ele fez observações importantes sobre onde o amor ao dinheiro pode levar o ser humano e como tudo aqui é passageiro,  vaidade e aflição de espírito.
Então, o que governa sua vida? Para que propósito foi criado? E quanto a eternidade?
Aprendo na palavra de Deus que fui criada para o louvor da glória d’Ele e que o Senhor me projetou à Sua imagem e semelhança. Não pertenço a este mundo e nem as coisas deste mundo me pertencem, o Senhor é muito claro quando diz: “Minha é a terra e toda sua plenitude, o mundo e tudo o que nele habita”. E mesmo assim, sendo Senhor e dono de todas as coisas Ele nos ama e diz que somos geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo adquirido...
Amigos, entendamos que este mundo não é o nosso lar, tudo aqui é temporário, nossa vida é curta e frágil, só Deus é eterno e só Jesus pode nos garantir uma eternidade com o Pai, se escolhermos viver do nosso jeito, sem compromisso com o Senhor, seremos seus inimigos, pois Ele diz que a amizade com o mundo é inimizade para com Ele.
O que escolhermos para nos governar aqui trará consequências para toda a eternidade.

Oração...

“Faze-me conhecer, SENHOR, o meu fim e a medida dos meus dias qual é, para que eu sinta quanto sou frágil. Eis que fizeste os meus dias como a palmos; o tempo da minha vida é como nada diante de ti; na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade. Na verdade, todo homem anda numa vã aparência; na verdade, em vão se inquietam; amontoam riquezas, e não sabem quem as levará. Agora, pois, SENHOR, que espero eu? A minha esperança está em ti.” Amém! (Salmos 39:4-7)

Lenilsen Nascimento
  
Usadas as versões Almeida Corrigida e Revisada Fiel e a Nova Versão Internacional.



sábado, 24 de setembro de 2011

O poder de Deus e a fragilidade humana.

Aos amados amigos, que visitam e acompanham o blog, quero pedir desculpas por ter estado longe algum tempo deste espaço que tenho usado para expressar, não apenas meras “palavras”, mas momentos vividos que me levam a colocar aqui os questionamentos e/ou respostas que encontro durante minha caminhada pela vida.
Em Eclesiastes capítulo 03, vemos que há um tempo determinado por Deus para todas as coisas, quero ressaltar alguns: plantar/colher; chorar/rir; abraçar/deixar de abraçar; buscar/perder; estar calado/e falar; amar/odiar; guerra/paz. E ainda diz que Deus julgará o justo e o ímpio, dentro do seu tempo e do seu propósito.
Refletindo sobre a vida e todas as coisas que acontecem neste período em que passamos aqui neste mundo, lembrei-me do profeta Elias. Deus separou este homem para advertir o povo de Israel sobre o pecado da idolatria, podemos ler em I Reis 16:29 que...  Durante o reinado de Acabe, Elias foi perseguido por alertar ao povo que não deviam adorar a dois senhores (porque quando agradamos a um estamos desagradando ao outro), por denunciar o pecado e por ter a incumbência de conduzir o povo de volta a Deus. E por que isto estava acontecendo? Porque o rei Acabe havia casado com Jezabel, filha do rei dos sidônios, povo que tinha por deus a Baal. Acabe ergueu um altar de adoração a um deus estranho cometendo abominação ao Senhor, o Deus de Israel, atraindo, desta forma, o povo ao mesmo erro.
Voltando a falar de Elias, vamos pensar em um dos tantos feitos de Deus através da vida deste grande profeta, que foi o confronto que teve com 450 profetas de Baal... Acabe convoca o povo e reúne os profetas de Baal no monte Carmelo, Elias chega e mais uma vez adverte o povo sobre sua apostasia, no entanto, nenhuma resposta se ouve. Então, o profeta de Deus faz uma proposta dizendo que tanto ele, quanto os 450 de Baal teriam que preparar uma oferta no altar, mas não poderiam atear fogo, teriam que clamar, até que fossem atendidos e caísse fogo para queimar a oferta.
Os profetas de Baal preparam tudo e começaram a clamar ao seu deus, mas não tiveram nenhuma resposta, cortaram-se até sangrar, pularam ao redor do altar, desde a manhã, até a tarde, mas nada aconteceu. Então, o profeta Elias chamou o povo para perto de si, fez um altar ao Senhor, preparou a oferta e orou: “SENHOR Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, manifeste-se hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme a tua palavra fiz todas estas coisas. Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo conheça que tu és o SENHOR Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração.
Então caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, o pó, e ainda lambeu a água (que ele havia jogado sobre a lenha)... O que vendo todo o povo caiu sobre os seus rostos, e disseram:
Só o SENHOR é Deus! Só o SENHOR é Deus!”  (1 Reis 18:36-39)
Lendo a trajetória de Elias e todas as coisas sobrenaturais que Deus realizou em sua vida, podemos pensar que este é o tipo de pessoa que jamais poderia: ter medo de qualquer coisa ou pessoa, desejar a própria morte e até mesmo entrar em depressão. No entanto, ao ser jurado de morte, por Jezabel, ele foge para o deserto e deseja a morte. Cansado, dorme... Quando acorda um anjo o alimenta, isso acontece por duas vezes, mas na segunda o anjo manda que se alimente e diz para Elias que ele tem uma longa jornada. O profeta caminha por 40 dias e 40 noites. Chegando a Horebe, esconde-se em uma caverna onde passa a noite. O Senhor chama por ele, que logo começa a reclamar dizendo que sempre fora zeloso... Que levara a mensagem ao povo conforme a vontade de Deus... Agora se encontrava sozinho...
Pausa... (Não é raro nos sentirmos como Elias, passando por momentos em que achamos humanamente impossível ser racional, momentos onde as nossas emoções se descontrolam e parece que nada é suficiente para nos fazer voltar a razão. Esses são tempos muito difíceis, porque geralmente não duvidamos do poder de Deus... Duvidamos da nossa capacidade em continuar caminhando.)
...Elias, acusado injustamente de perturbar a ordem no meio do povo, jurado de morte, sentiu-se sozinho, perdido e sem apoio. Uma situação muito difícil de lidar. Mas o Senhor, o Deus de Israel, mostrou ao seu amado filho, profeta a quem havia separado para sua obra, que Ele estava no controle da situação, pois havia preservado a vida dos que não haviam se deixado envolver pela idolatria não se ajoelhando e nem se encurvando à Baal.
Deus manda que Elias volte e continue... E o profeta obedece, porque confia no Senhor.
Imagino que neste momento, tendo esta conversa com Deus e com suas forças renovadas, Elias tenha pensado em Jezabel e falado como o profeta Miquéias: “Não se alegre a minha inimiga com a minha desgraça. Embora eu tenha caído, eu me levantarei. Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz. Por eu ter pecado contra o Senhor, suportarei a sua ira, até que Ele apresente a minha defesa e estabeleça o meu direito. Ele me fará sair para a luz; contemplarei a sua justiça. Então a minha inimiga o verá e ficará coberta de vergonha, ela que me disse: "Onde está o Senhor, o seu Deus?...” (Cap.7v.8-10)

Lição...

...Aprendo com a experiência do profeta Elias que nós, seres humanos, somos frágeis, dependentes do Senhor e que Deus pode até permitir que passemos pelo vale da sombra e da morte, mas Ele não permitirá que fiquemos lá. Aprendo com Deus que não adianta ficar lamentando o que aconteceu e resmungando para Ele o que fizeram conosco, mas que devemos sair da caverna, ter uma conversa com o Senhor, admitir nossa fragilidade e reconhecer que Seu poder é suficiente para nos levantar, cumprir os planos que tem para nossa vida e nos justificar diante daqueles que nos afrontam, porque o Senhor, o Deus de Israel, o nosso Deus diz: “Ainda antes que houvesse dia, Eu Sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo Eu, quem o impedirá? 
(Isaías 43:13)

“O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.”
(Salmos 46:11)

Lenilsen Nascimento

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Por um Brasil dependente de Deus.



“Levanta-te, clama de noite no princípio das vigias; derrama o teu coração como águas diante da presença do Senhor; levanta a Ele as tuas mãos, pela vida de teus filhinhos, que desfalecem de fome à entrada de todas as ruas.” 
(Lamentações 2:19)


Hoje, dia 07 de setembro, celebra-se o “Dia da Independência do Brasil”.

Creio que precisamos clamar incessantemente a Deus pela libertação do nosso povo, que vem sendo alvo de um jogo sujo, tanto político quanto religioso.
Por conta de uma política pública desestruturada, saturada de roubos, escândalos, mandos e desmandos de homens e mulheres que se infiltram neste meio para engordar suas contas bancárias, deixando a população vivendo cada dia mais indignamente, o nosso país mostra-se espiritualmente opresso por principados e potestades que governam a vida dessa gente.
É aviltante o modo com que brincam com a miséria e ignorância do povo. É degradante a forma com que se apresentam diante da população para angariar votos e “compram” tanto dos mais necessitados como de outros tantos iguais a eles o passaporte para uma vida regada de imundície, mentiras e degradação do gênero humano.
“Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” 
(1 Coríntios 6:10)
Vamos clamar ao Senhor para que os poucos que estão neste meio e que ainda tem alguma dignidade possam lutar para combater essa mazela que tem contaminado a nossa sociedade e ter forças para não se deixar levar por ela.
Vamos clamar para que nossa nação coloque-se na dependência de Deus e se humilhe perante o Senhor, porque a humildade precede a honra e todo àquele que se humilha perante Deus por Ele é exaltado.
Vamos clamar pela libertação do Brasil e pela sua dependência do GRANDE EU SOU o Senhor dos senhores, o único Deus digno de ser adorado, honrado e louvado.
Vamos clamar para que o Senhor abra a visão do povo e que este se erga espiritualmente para lutar contra todo principado dominador que atua nas regiões celestiais trazendo miséria à nossa nação.


“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos...” (Mateus 5:6)



Senhor ouve o clamor da sua Igreja.


Lenilsen Nascimento

sábado, 27 de agosto de 2011

A fé chega... Quando as nossas forças se vão.


Há tempos tenho sentido desejo de falar sobre fé. Mas... Tudo tem um tempo determinado e um propósito. Eu creio. Antes da última postagem esta palavra já me inquietava... Hoje estou aqui. Várias coisas na mente, três páginas de esboço e um coração cheio de temor e gratidão a Deus por esta oportunidade.
A mensagem de hoje está baseada no *evangelho de João. Esta passagem nos coloca a par de um milagre que Jesus realizou na família de Marta e na vida de várias pessoas que se faziam presente naquele lugar no momento da ressurreição de Lázaro. Interessante nesta passagem é que João nos afirma que Jesus amava essa família, eles eram seus amigos! Ele recebe a notícia de que Lázaro adoecera, mesmo assim continua onde estava por mais dois dias, e quando Jesus chega... Já havia se passado quatro dias do sepultamento.
Marta pensou... ACABOU.
Então Jesus mostra àquela família tão amada e a todos os que ali estavam, que n’Ele está a ressurreição e a vida e aquele que crê NUNCA morrerá. Mas Marta, atribulada com toda aquela demora do Mestre, fica confusa quando Ele ordena que tirem a pedra, então diz: _ Senhor, já cheira mal! E Jesus diz a ela: _ Não te hei dito que, se creres verás a glória de Deus?
Jesus deixa claro neste episódio que algumas coisas acontecem em nossas vidas com a sua permissão, e isso porque quer nos ensinar algo muito mais profundo. Neste relato O vemos ensinando seus discípulos sobre ressurreição e vida eterna, trabalhando na vida de Marta com relação a sua ansiedade extrema, chorando com Maria deixando-a ver que Ele se importa com seus problemas, ensinando que aquilo que nos é possível Ele não faz por nós (ordena que tirem a pedra e as ataduras) e também que, por mais que o tempo passe, por mais que cheire mal, por mais que as pessoas falem, por mais que satanás diga que não... Quando reconhecemos que fizemos o que nos era possível, tiramos as pedras e as ataduras, colocamos a nossa fé em ação e descansamos em seu amor... Ele vem e faz o milagre. Aleluia!
Amados(as), a fé só se torna uma certeza em nossa vida quando estamos preparados para perceber nossas limitações, para entender que a hora de Deus agir chegou e que Ele quer que confiemos em sua bondade, em seu amor por nós... Porque Ele é a nossa provisão, tudo o que temos e somos vem do Senhor.
Sabe, quando não temos mais o cuidado de estar vigiando nossas ações, perdemos a nossa intimidade com Deus. Precisamos ter o cuidado de não roubar a nós mesmos naquilo que Deus tem preparado para nossa vida. Deus tem o melhor para nossa vida, mas muitas vezes não recebemos porque sabotamos a nós mesmos. “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26:41) “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós.” (Tiago 04:07)
Jesus sabe do que precisamos e intercede ao Pai por nós, faz isso porque esteve aqui e sofreu as pressões deste mundo. “Pai, não peço que os tire do mundo, mas que os livre do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17:15-17)
Penso que a palavra de Deus precisa nos provocar, mexer conosco e trazer mudança para nossa vida. Quando lemos esta palavra e ela não tem efeito em nós algo está errado. Jesus disse: “_ Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, Ele corta e lança fora; e todo que dá fruto Ele poda, para que dê mais fruto ainda. Vocês já estão limpos pela palavra que lhes tenho falado. Permaneçam em mim e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim. Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15:01 a 05)
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hebreus 04:12)
Entendo que, quando o nosso ego alimenta constantemente a nossa alma, e o nosso espírito não é alimentado pela palavra de Deus e pela presença do Espírito Santo, corremos um sério risco e a queda espiritual é certa. É preciso que coloquemos a nossa alma em constante submissão a vontade do Espírito Santo, porque só assim vamos estar em sintonia com Deus e viver tudo o que tem preparado para nós.
A maioria das nossas dificuldades gira em torno da nossa desobediência e falta de fé, há uma passagem interessante em Deuteronômio 28 que começa assim: “_ SE ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; e todas as bênçãos virão sobre ti e te alcançarão... SE ouvires a voz do Senhor teu Deus...”.
Só conseguiremos viver tudo isso se formos obedientes e tivermos .
Queridos(as), não sabemos do nosso futuro, então não vamos nos preocupar com algo que só Deus sabe. Ele nos ensina a não andar ansiosos, nos inquietando quanto ao dia de amanhã, pois basta a cada dia o seu mal. O Senhor nos pede que confiemos n’Ele, pois sabe de tudo o que precisamos. Não vamos esperar chegar ao limite das nossas forças, quando fica difícil até para raciocinar e acabamos atropelando tudo.  Agindo como Moisés, quando Deus mandou que reunisse o povo, pegasse a vara e falasse à rocha e ela daria água, mas Moisés, que já estava descontrolado com toda rebeldia do povo, pega a vara e fere a rocha duas vezes. (Números 20)
O Senhor, o nosso Deus nos toma pela mão e nos diz: _Não temas que eu te ajudo. Não temas.
            
Amigo(a), caso esteja passando por alguma dificuldade, experimente falar com o Senhor e colocar TUDO em suas mãos. Deus sempre recupera o irrecuperável aos nossos olhos. NÃO ACABOU.
Vamos colocar a nossa fé em ação, viver o que Deus preparou para nós HOJE e crer na sua providência para amanhã.
Amados, com Deus o nosso presente e futuro sempre estará em segurança.

E não esqueçamos que:
“Bom é ter esperança e aguardar em silêncio a salvação do Senhor.” (Lamentações 03:26)

Lenilsen Nascimento
                             
*Evangelho de João 11: 01 a 45